Aplicações, Tecnologia

Controle de qualidade: o que é e como fazer na indústria

Homem e mulher realizando o controle de qualidade na indústria

Manter o cumprimento dos padrões de qualidade estabelecidos pela legislação, selos e certificações na indústria de alimentos não é uma tarefa fácil e o controle de qualidade é responsável por garantir um padrão de produção que atenda a esses requisitos, proporcionando uma excelente entrega final.

Os padrões de qualidade são implementados para otimizar a linha de produção de forma segura e sustentável, fazendo com que os produtos finais correspondam às expectativas dos consumidores e às exigências legais.

Vamos entender o que é controle de qualidade e como fazer sua implementação efetiva.

 

O que é controle de qualidade?

A gestão da qualidade é a padronização dos processos internos de produção de acordo com indicadores técnicos que visam o melhor desempenho possível na rotina de trabalho. Essa estratégia, além de seguir exigências de segurança, também procura o aperfeiçoamento constante dos processos. 

Todo sistema de qualidade deve ser adaptado às condições e parâmetros do ramo correspondente. Na indústria de alimentos, por exemplo, esse processo auxilia na prevenção e identificação de possíveis falhas ou contaminações de produtos, otimizando a produção e garantindo o cumprimento dos padrões de qualidade, além de atender as exigências de normas regulamentações que abrangem desde padrões de higiene e boas práticas de fabricação até limites permitidos de aditivos e contaminantes nos alimentos.

Ao implementar e seguir o controle de processos, seu negócio só tem a ganhar! São vários os benefícios que você pode alcançar e chegar ao sucesso desejado. 

 

Benefícios do controle de qualidade na indústria

 

Redução de custos operacionais

Com a padronização dos processos de acordo com parâmetros da indústria através do controle de qualidade, o desperdício é totalmente minimizado. Isso ocorre justamente porque o processo é monitorado do início ao fim, permitindo prever  erros e aproveitando de forma mais eficiente os recursos disponíveis, diminuindo custos operacionais.

 

Qualidade dos produtos

Um produto final que atende às expectativas e mantém a sua qualidade em cada entrega com segurança e consistência, consequentemente, vende melhor. E esse processo produtivo de sucesso só pode ser garantido com padrões de qualidade seguidos com as ferramentas certas e comprometimento. 

 

Impulsiona a eficiência e a competitividade

Com uma produção otimizada e métodos aperfeiçoados constantemente, a qualidade do seu produto só aumenta sem gastos adicionais, tornando seu negócio mais rentável e competitivo no mercado, se destacando frente à concorrência. 

 

Conformidade Regulatória

O controle de qualidade garante que as operações estejam em conformidade com as regulamentações governamentais e normas da indústria, ajudando a evitar multas, penalidades e outros problemas legais.

 

Dicas para a implementação efetiva do controle de qualidade na indústria

Como vimos os benefícios que a gestão da qualidade traz para seu negócio, vamos entender como implementar essa estratégia. 

 

Envolvimento da equipe

Um dos passos mais importantes é que sua equipe esteja engajada com esse novo momento da organização. 

É preciso que os colaboradores entendam as vantagens de ter padrões de qualidade determinados para que eles se comprometam com o processo e, claro, disponibilizar ferramentas tecnológicas que facilitem o acesso da equipe e controle. 

 

Definição clara de padrões

As linhas de produção e os padrões a serem seguidos devem estar bem definidos, compartilhados entre toda a empresa e acessível aos funcionários. 

É importante determinar os objetivos de cada etapa e como sua padronização deve ser seguida. A tecnologia também será sua aliada nesse momento, já que é preciso contar com uma ferramenta que centralize essas informações e seja de acesso coletivo para facilitar seu controle. 

 

Treinamento constante

Muito importante! É indispensável manter todos os colaboradores responsáveis pela produção atualizados conforme as normas de qualidade, além de capacitar constantemente sua equipe, aumentar o amadurecimento profissional e a valorização.

Os treinamentos dão mais segurança no trabalho, já que a equipe estará por dentro de novidades nas normas e parâmetros da gestão de qualidade na produção. 

 

Monitoramento Contínuo

Estabeleça sistemas de monitoramento contínuo e realize inspeções frequentes para avaliar o desempenho do controle de qualidade e identificar áreas de melhoria.

 

Utilização de ferramentas tecnológicas

Um controle de qualidade eficiente necessita de tecnologias que irão otimizar e detalhar cada processo. 

A automação digital já não é mais novidade e é indispensável para uma boa gestão de qualidade, pois uma plataforma tecnológica ajuda a acelerar os processos de padronização e auxilia na sua estruturação. Além disso, o monitoramento pode ser feito de forma simples, já que todas as informações estarão centralizadas. 

 

Checklists e inspeções regulares

Para a garantir a sustentabilidade a longo prazo da gestão de qualidade, é necessário realizar inspeções regulares, através de checklists estabelecidos. Os principais pontos envolvidos na inspeção de qualidade são:

 

  • Conformidade com parâmetros determinados e higiene (material, mão-de-obra, produto, rótulos, embalagens);
  • Testes de segurança e operações na cadeia produtiva; 
  • Condições do solo, ambiente, especificações de cada cultura.

 

Existem três tipos de inspeção de qualidade na indústria: 

  1. Pré-produção (PPI): realizada antes de iniciar o processo de produção, na qual são avaliados os insumos e materiais que serão utilizados.
  2. Durante a produção (DURPO): permite mapear possíveis erros durante a produção, incluindo inspeções de medições, temperatura, resistência, cor, peso, entre outras.
  3. Inspeção final: feita por um especialista responsável pelo controle de qualidade que analisa o produto já na última etapa de produção. 

 

Análise de causa raiz

A Análise de Causa Raiz (RCA) são métodos utilizados para encontrar a causa real de um problema de não conformidade com a qualidade ou parâmetro exigido, visando a solução desse problema. Ela é crucial durante a gestão de qualidade na indústria. 

Esses métodos de RCA devem ser acionados quando há um problema de conformidade do produto ou problemas repetitivos no processo de produção. Essa análise também pode ser utilizada para mapear os fatores de sucesso de um produto, para implementar processos e garantir que essa qualidade seja mantida. 

 

Auditorias internas programadas

As auditorias internas programadas são procedimentos que estarão no escopo do controle de qualidade da sua produção, elas auxiliam na testagem de qualidade e podem ser realizadas em diferentes etapas do processo. 

É importante manter uma periodicidade das auditorias internas, pois  a partir delas é possível verificar o Sistema de Gestão da Qualidade, seu funcionamento e parâmetros seguidos. Além disso, podem aparecer pontos de melhoria conforme requisitos legais e sanitários a partir dessas auditorias. 

 

Procedimentos operacionais padrão (POPs)

Os Procedimentos Operacionais Padrão (POPs) são documentos que estabelecem instruções detalhadas sobre como realizar uma determinada atividade ou tarefa de forma consistente e padronizada. Eles são amplamente utilizados em diversos setores, como na indústria, saúde, serviços, entre outros, para garantir que as operações sejam realizadas de maneira eficiente, segura e conforme os padrões estabelecidos.

A implementação de procedimentos operacionais padrão (POPs) em todas as etapas da produção é crucial para garantir a consistência e a uniformidade nos processos e produtos. Os POPs ajudam as empresas a cumprir esses requisitos, fornecendo procedimentos claros e documentados para cada aspecto da produção. 

 

Programas de Autocontrole (PAC)

Os Programas de Autocontrole, ou PAC, são conjuntos de medidas e procedimentos adotados por empresas e organizações em diversos setores para garantir a qualidade e a segurança dos produtos e serviços que oferecem. Eles são especialmente comuns em indústrias alimentícias, farmacêuticas e de saúde, onde a segurança e a qualidade dos produtos são de extrema importância.

 

Flexibilidade para mudanças 

O mercado industrial está em constante transformação e sempre com novas tecnologias que facilitam o seu trabalho. 

Permaneça aberto às mudanças e informado de novidades e estratégias comerciais. Preste atenção nos seus clientes e em necessidades que podem surgir para seu negócio estar preparado e entregar sempre o melhor ao público. 

Sabe o que pode facilitar a implementação e monitoramento do controle de qualidade do seu negócio? Contar com uma tecnologia personalizável de acordo com as suas demandas e com acesso rápido a todas as informações.

Como vimos, a gestão da qualidade é o impulsionador de visibilidade e reconhecimento do seu negócio, com entregas de qualidade, redução de custos, mais eficiência e produtividade. No contexto industrial, a satisfação dos clientes é a maior vantagem para aumentar a confiança e, consequentemente, seus lucros.

Conteúdos relacionados

ROI industrial: como melhorar com a tecnologia?

Como a tecnologia pode ajudar no atendimento ao cliente?

Como se preparar para uma auditoria de certificação?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *